Archive for outubro \16\UTC 2007

Não se coloque atrás das grades…

outubro 16, 2007

… e muito menos dentro deles, os carros.
blog.jpg

A fumaça emitida pelo escapamento dos carros aumenta a destruição do meio ambiente, cada carro carrega cerca de uma pessoa, apesar de na maioria caberem ao menos 5, mas quando 5 pessoas vão para o mesmo lugar no meio da semana? Logo precisamos de vários carros para encher uma empresa, uma loja, um banco e outros locais de trabalho durante a semana, toda essa fumaça e massa de metal ambulante acabam por aumentar o aquecimento global, as pessoas não acreditam, mas pare um pouco pra pensar: Quando no começo da primavera esteve tão quente e seco como está sendo esse ano??? Nunca!!! O que o cidadão pensa? “Vou comprar um carro com ar-condicionado”*, pronto, mais um dispositivo poluente instalado no maior vilão do transito e do meio ambiente nas cidades.

campanha_desarmamento.JPG

Parece exagero? Só parece, o numero de pessoas que morrem ou ficam com sequelas devido a acidentes de carro no Brasil só aumenta a cada ano, na vespera e no final dos feriados é assombroso o numero de vitimas e no pais morrem 32 mil pessoas por ano, definitivamente, uma arma de destruição em massa silenciosa. (para ver mais estatisticas, clique aqui)

Nos 2 ultimos desastres aéros no Brasil, morreram um total aproximado 320 pessoas, realmente é chocante, um avião desapareceu no meio da Selva e o outro não freiou e explodiu no meio da cidade de São Paulo, o problema é que ninguem para pra pensar que morrem aproximadamente 1200 pessoas em acidentes de carro no Brasil por ano, muito mais que o numero de pessoas nos 2 maiores acidentes de avião da história do pais.

*Agradecimentos ao professor Sergio Bicudo, pela discussão em sala que nos levou a esse pensamento
O desenho da arma de destruição em massa foi extraido do blog Apocalipse Motorizado.

Explicação para o titulo do post: Citei grades, porque além de todos os males que citei acima, quando o motorista está fechado no seu carro, com o ar-condicionado ligado é o mesmo que estar dentro de seu predio em um condominio fechado, diminui a sociabilidade, não interage com as pessoas que estão a sua volta, tem uma falsa sensação de segurança e de poder e “deixam a duvida, se é você quem está nessa prisão” … O Rappa

Ciclofaixa

outubro 8, 2007

Para quem não conhece isso é uma ciclofaixa, aonde você pode pedalar, mas os carros não podem andar!!!

A ciclofaixa, diferentemente da ciclovia, fica junto das ruas e avenidas, ja a ciclovia costuma ficar junto das calçadas, no vão central das avenidas ou no meio de parques como na foto abaixo.
ciclovia

Mobilidade e Velocidade em São Paulo.

outubro 5, 2007

Cenário 1:

Sexta-feira, 11:25 da manha, recebo uma ligação e me informam que preciso ir até a Vila Olimpia buscar um produto para um cliente. Pego minha mochila, capacete e bicicleta e vou até o local, que se encontra a cerca de 10km do local em que recebi a ligação, ao chegar no mesmo, recebo outra ligação que me informa que tenho que entregar o produto na avenida Paulista e como a mesma estaria no meio do caminho para mim, não foi problema, fiz o percurso completo, em 48 minutos, contando todas as paradas, a burocracia para retirada e entrega do produto e até voltar ao ponto inicial.

Cenário 2:

Sexta-feira, por volta das 10:30 da manha na semana seguinte, preciso busca outro produto no mesmo local na Vila Olimpia e entregar para o mesmo cliente na avenida Paulista, só que dessa vez a entrega era urgente, fui de carro… eram 11:10 da manha e eu estava saindo da Vila Olimpia, me restavam 8 minutos para perder para a bicicleta e só um pensamento na cabeça: “ja tentou parar o carro na Avenida Paulista na sexta-feira sem pagar algo parecido com 12 reais de estacionamento?”. O tempo total com o carro demorou 1:45 minutos, só para entregar, sem contar o retorno até o ponto inicial.

Para uma cidade como São Paulo, aonde todos vivem correndo para cumprir prazos e horarios, o carro está sendo um grande inimigo contra a mobilidade e velocidade.

avenida-paulista.jpg

A foto é linda, mas pra quem estava dentro dos carros parados na volta do serviço não devia estar nada agradavel.

“Do nascimento a morte em um carro”

outubro 5, 2007

singer_life_death_car.jpg

Será que não estamos utilizando o carro demasiadamente em nossas vidas?

fracassado.jpg

e ainda por cima, será que não estamos exagerando no valor agregado de um carro? Ele da a liberdade, mobilidade, te deixa mais bonito e saudável como mostram as propagandas?

Bikes na Holanda.

outubro 5, 2007

Foto de 2 estacionamentos de bicicletas na Holanda.
bikeholanda.jpg

Segundo a descrição da foto na Holanda existem 16.2 milhões de pessoas e quase 16.2 milhões de bicicletas.

Uma brincadeira que o povo de lá usa é: “Se a sua bike vale mais que o cadeado dela, ela vai ser roubada”

bikeholanda2.jpg

Surplus

outubro 5, 2007

O documentário Surplus mostra os excessos da atual produção em massa e o consumo desenfreado que afligem a maioria dos paises e culturas mundiais e os problemas que vem sendo causados ao meio ambiente e para todos que estão nele. John Zerzan é considerado o Guru da anti-globalização e o produtor Eric Gandini se baseia nos pensamentos de Zerzan para mostrar a destruição das reservas naturais e do meio ambiente que vem sendo causada pela vida consumista que vivemos.

Essa é a primeira parte, o documentario foi dividido em 10 partes e todas podem ser encontradas no link do proprio video no youtube.

A Carta da Terra

outubro 4, 2007

carta_terra.jpg

A Carta da Terra é um documento como a declaração universal dos direitos humanos, mas no caso da Carta da Terra, poderíamos chama-la de “Declaração Universal dos Deveres Humanos”, nela são tratados pontos cruciais para a manutenção da vida na Terra, dentre estes pontos os principais são: ecossistemas, sociabilidade, sustentabilidade, crenças religiosas, erradicação da pobreza, resolução pacifica de conflitos e a igualdade entre os seres-humanos, tanto na questão de clareza na administração da Terra e suas nações, na igualdade de gênero e na manutenção e instrução desses pontos para as gerações futuras, que terão a responsabilidade de darem continuidade a manutenção dos princípios da Carta da Terra.

Você pode ler a carta A Carta da Terra na integra procurando nas páginas no menu da direita. Ou clicando aqui