As chuvas de verão

Todo ano acontece a mesma coisa, chega o verão e temos dias intensos de calor e tardes chuvosas, normalmente pancadas de chuvas que transbordam as marginais, alagam as partes mais baixas da cidade e conseguem a façanha de piorar, ainda mais, o transito da cidade. Sem tocar no assunto dos impostos e questionar para onde vai nosso dinheiro senão para justamente resolver tais problemas, ja vimos algumas obras que deram certo em São Paulo, como a canalização do Tietê que possibilitou um alargamento das margens e maior escoamento de água dos seus afluentes. Para quem não sabe, toda água de São Paulo tem destino final o rio Tietê (DAEE), inclusive todo o lixo que é jogado na rua, tem o mesmo destino, fica obvio que é meio hipocrita jogar lixo na rua e depois reclamar da enchente, “ah mas era só um papel de bala”, imagine se metade da população da cidade pensar assim e jogar, apenas um papelzinho de bala na rua todo dia.

Além desse problema educacional, que pode ser facilmente resolvido, temos um problema muito maior, que não é nada simples como um papelzinho de bala.

pic-007.jpg

A foto acima é da avenida Sumaré, as 14:30 da tarde do dia 8 de novembro, como podemos ver, as obras feitas na cidade, como piscinões, galerias e outras tentativas de captar as águas da chuva não tem dado muito certo, falo isso porque moro aqui desde meu 5 anos de idade e sempre foi assim, choveu, encheu. Fica claro a necessidade de mais e maiores áreas capazes de absorver a água da chuva, o asfalto, calçadas, ruas e avenidas não estão dando conta, afinal o material usado na construção dessas não costuma ser permeavel, como a boa e velha terra. Não estou sugerindo que voltemos a ter ruas de terra na cidade, mas acredito que a cidade de São Paulo está se esgotando, não estamos tentando resolver os problemas, apenas estamos ampliando os mesmos, novas avenidas, novos condominios, prédios com 30 andares e 4 apartamentos por andar. Estamos colocando mais pessoas em um local do mesmo tamanho, estamos aumentando o número de habitantes, sem aumentar a capacidade desse sistema, estamos nos consumindo, sem perceber, ou será que percebemos e não nôs importamos?

pic-015.jpg

Bem, eu me importo de ver a minha cidade submersa, pessoas que eu conheço correndo risco de pegar doenças e até risco de vida, eu me importo em ver a maior e mais rica cidade desse país por baixo d’agua.

O titulo do post só serviu para enganar, o verão só começa dia 21 de Dezembro, ou seja, as chuvas vieram mais cedo esse ano, como ja haviam mais cedo ano passado e cada vez esse adiantamento se fortalece, está na hora de começarmos a acreditar no tal do aquecimento global né?

Anúncios

2 Respostas to “As chuvas de verão”

  1. Renato Says:

    Poxa Guto, muitas vezes eu me ferro gostoso quando chove. O meu caminho para o trabalho é necessariamente obrigatoria a passagem pela marginal Tiete. Não nela em sí, mas pela ponte das Bandeiras. E alí quando chove é um saco só de transito. Muitas vezes quando eu saio de casa, nem está chovendo, mas do nada chove, e acabou chegando atrazado no trabalho. Aí pra explicar pro chefe que foi transito de chuva, sabendo que na zona sul não choveu, acabo passando por mentiroso… e pior, tudo isso pq aquele onde trabalho não tem uma porra de um metro.

    nos acostumamos e nos adequamos com as dificuldades. Adaptar seria o termo mais correto. Ninguem tem voz ativa. Ninguem encara o problema de frente. Se puder deixar de lado, melhor, não cansa.

    Mas você, assim como eu, sabe dos problemas e tenta enfrenta-los, infelizmente do nosso jeito. Gostariamos de fazer mais ? Opa! Mas infelizmente neste país, por mais que a nossa vontade seja maior que a hipocrizia deste país, fica complicado começar algo.

  2. reciclocidade Says:

    Rê, assim como você eu também gosto de Metallica e uma musica deles resume isso que você falou: “SAD BUT TRUE” ou seja, é triste, mas é verdade que aqui as coisas funcionam assim

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: